O inverno está bem próximo - e com ele a temporada da gripe, o que pode significar más notícias para as instituições da área da saúde. As doenças de menor gravidade já representam um grande transtorno em termos de pessoal para os hospitais - causando uma perda média anual de 4,3 dias úteis por pessoa - e são especialmente problemáticas em uma época do ano em que ocorre um aumento significativo das internações. No entanto, este ano poderá ser ainda pior...

No Reino Unido, o Serviço Nacional de Saúde (National Health Service - NHS) receia que neste inverno ocorra a pior temporada de gripe da história, já que as taxas de infecção em toda a Austrália dobraram desde o ano passado. Isto poderia ser uma preocupação menor para o Reino Unido, mas o fato é que o que acontece nos países que estão do lado opostos do planeta pode muitas vezes representar uma previsão efetiva do tamanho da epidemia que poderá ocorrer por aqui... 

As quatro principais dicas para a prevenção da gripe

Em toda parte, os profissionais e trabalhadores da área da saúde devem estar preparados para essa emergência; então indicamos a seguir nossas principais dicas para evitar a gripe neste inverno:

1. Tome suplementos de Vitamina D
Uma análise recente das pesquisas existentes indica que o uso da vitamina D como suplemento evitaria milhões de casos de gripe e resfriados podendo, sim, salvar vidas.

Os especialistas ainda discutem esse tema, porém todos concordam com as últimas diretrizes que recomendam o uso da vitamina D para todos; também os profissionais de saúde deveriam cogitar do uso de suplementos durante os meses de inverno para reforçar suas chances de escapar da contaminação pelos vírus da gripe e do resfriado.

2. Tome precauções extras em relação a pessoas gripadas
As equipes de saúde devem procurar evitar a proximidade com pessoas gripadas (especialmente durante seu tratamento). Precisam, pois, estar mais vigilantes quando entrarem em contato com elas. As partículas contendo o vírus da gripe expelidas por uma pessoa doente podem alcançar até quase dois metros de distância, o que coloca os profissionais da área de saúde e outros pacientes sob o risco de contaminação em todo o ambiente hospitalar.

Pior ainda é o fato que cerca de 50% dos funcionários dos hospitais continuam a trabalhar, mesmo tendo sintomas parecidos com os da gripe. Isso significa que as instituições de saúde devem ser pró-ativas para enfrentar a temporada da gripe - fazendo o máximo possível para implementar as duas dicas a seguir.

3. Tome a vacina contra a gripe
Para muitos, a vacinação contra as diferentes cepas do vírus da gripe no inverno pode ser uma maneira eficaz de evitar a doença. De fato, o número de casos de gripe durante o inverno 2016/17 diminuiu em 40% graças à eficácia da vacinação.

A vacinação contra a gripe é uma medida eficaz para proteger os profissionais da área de saúde contra a doença durante o inverno – evitando as tensões provocadas pela redução do pessoal de saúde devido à doença. Nesse contexto, vale muito a pena fornecer um serviço gratuito de vacinação contra a gripe para os profissionais de saúde (é certamente a forma como preferimos cuidar de nossos funcionários na Deb).

4. Lave e higienize suas mãos regularmente
As pessoas simplesmente não percebem com quanta frequência tocamos os olhos, nariz e boca sem nos darmos conta disso. É assustador notar que é assim que muitas vezes os germes entram no nosso organismo e nos contaminam, sendo que 80% das infecções e viroses são transmitidas pelo contato com as mãos.

A lavagem das mãos é extremamente importante nas unidades de saúde - especialmente depois de usar o banheiro ou manipular alimentos. Essa prática reduz em até um quinto a incidência de doenças respiratórias, como o resfriado, o que representa um enorme impacto na prevenção das infecções - protegendo tanto os pacientes quanto seus cuidadores.

O fornecimento de produtos adequados de limpeza e higienização no local de trabalho pode desempenhar um papel importante na redução da incidência de enfermidades entre profissionais de saúde e pacientes - mantendo todos saudáveis e bem dispostos.

Prepare-se para evitar uma crise na saúde

Se uma epidemia de gripe atingir realmente o Reino Unido neste inverno, esta será um desafio relevante que as instituições de saúde deverão enfrentar. No entanto, seguindo as quatro dicas acima, as organizações poderão maximizar as condições de combate à gripe durante toda a temporada.

Saiba mais sobre como lavar as mãos (e o uso da técnica correta) pode remover os germes das mãos e reduzir a possibilidade de contaminação de pacientes e de seus cuidadores.

Fontes
Source: US Centers for Disease Control and Prevention

Sobre o Autor

Martyn Hodgkinson é Gerente de Marketing – Cuidados com a Saúde da Deb para o Reino Unido e Irlanda.

Martyn está focado na conscientização quanto à importância das melhores práticas de higiene das mãos no ambiente de saúde para prevenir a propagação de infecções e melhorar a saúde da pele.